Programação MN

02.10.14 - Kevin Morby (indie rock/singer-songwriter, USA)
16.10.14 - Commonplaces (instrumental/post-rock, ESP)
29.10.14 - a Jigsaw (folk/blues, PT)

Follow by Email

segunda-feira, setembro 29

[concerto] KEVIN MORBY


quinta, 2 de outubro de 2014 // thursday, october 2nd 2014

concerto // concert > indie rock/singer-songwriter > 22h // 10pm

bolachas.org apresenta:

KEVIN MORBY [usa]

6€ pré-venda/reserva (email com 1º + último nome + nº de bilhetes desejados para mercadonegro.reservas@gmail.com) / 8€ na porta

€6 presale/reservation (first + last name + # of tickets to mercadonegro.reservas@gmail.com) / 8€ door


// PT

Comparado pela Allmusic ao Leonard Cohen dos inícios ou ao Bob Dylan de Blonde on Blonde e pela Pitchfork a songwriters mais recentes como Kurt Vile ou Cass McCombs, Kevin Morby apresenta-se pela primeira vez em Portugal em formato duo (com Justin Sullivan na bateria) com uma data exclusiva no MN.

Kevin Morby ficou conhecido pela sua actividade como baixista dos Woods e metade dos The Babies, banda que fundou em NY com Cassie Ramone, guitarrista das Vivian Girls. Em 2013, Morby editou o seu primeiro longa-duração a solo, Harlem River, um álbum para o qual contribuiu gente como a songwriter galesa Cate le Bon ou o prolífero Tim Presley (White Fence).

Harlem River é uma carta de amor a Nova Iorque, cidade que acolheu o texano antes de se mudar de novo para Los Angeles, onde vive actualmente e onde gravou o seu segundo disco, Still Life, com edição prevista para o próximo mês de outubro, na Woodsist Records (casa e ex-casa de bandas como Real Estate, Woods, Thee Oh Sees, Sun Araw, White Fence...).


// EN

Harlem River marks the solo debut of songwriter Kevin Morby. Known for his work as the singer/guitarist for the Brooklyn band The Babies and bassist for Woods, the Kansas City native and new Los Angeles resident, calls the record “an homage to New York City,” his adopted home for the past five years.

Harlem River features eight interweaving tales of tragedy and misfortune; a series of desperate characters playing out their dramas with the city as backdrop. A departure from some of the signature sounds of his better known projects, Morby’s songs glisten with a haunting intimacy and while he maintains that the songs are stories about other people, it’s hard not to feel a piece of him in each one; a half-imagined, half-painfully personal world of lost love, addiction, violence and prayers for the departed.

The album was recorded in Los Angeles in February and March of ’13 with producer Rob Barbato who recorded The Babies’ second album, Our House On The Hill, and whose guitar and bass work figure prominently on Harlem River. The album also features drummer Justin Sullivan (The Babies) as well as contributions from Will Canzoneri, Tim Presley (White Fence), Dan Lead, and Cate Le Bon.


links:
facebook Kevin Morby
evento facebook
woodsist.com

segunda-feira, maio 19

[concerto] WILL STRATTON


quarta, 21 de maio de 2014 // wednesday, may 21st 2014

concerto // concert > folk/singer-songwriter > 22h // 10pm

Cakes and Tapes apresenta:

WILL STRATTON [usa]

4€ pré-venda/reserva (email com 1º + último nome + nº de bilhetes desejados para mercadonegro.reservas@gmail.com) / 6€ na porta

€4 presale/reservation (first + last name + # of tickets to mercadonegro.reservas@gmail.com) / 6€ door


// PT

Pela primeira vez (e com data única) em Portugal, Will Stratton traz ao MN "Gray Lodge Wisdom", o seu sexto álbum em apenas oito anos. Gravado com a ajuda de amigos ilustres (Nico Muhly, Tiny Ruins, The Weather Station), "Gray Lodge Wisdom" foi escrito durante um ano complicado para Stratton, a braços com sessões de quimioterapia, operações e outros tratamentos. O resultado é uma sucessão de canções que reflectem a luta diária de Stratton entre a luz, a escuridão e o espectro que compreende o espaço entre estas.


// EN

“Will Stratton’s songs are beautiful and bracing, despite — or maybe because of — the abstract, ambitious goals that motivate him…[his] songs gain strength from their ambiguity; stylistically, they’re too imaginative to be easily pigeonholed. Sufjan Stevens and Nick Drake both work as reference points; like them, Stratton makes songs that are elegantly orchestrated. But Stratton is rapidly coming into his own.” – David Garland, NPR Music

“The talent seeping out of this record makes me equal parts jealous and joyful that such beauty exists in this lonesome world. Someone needs to sign this kid. Like, yesterday.” – Mark Schoneveld, YVYNYL



links:
facebook Will Stratton
evento facebook
willstratton.com

segunda-feira, maio 12

[concerto] MATT ELLIOTT


quarta, 14 de maio de 2014 // wednesday, may 14th 2014

concerto // concert > folk/singer-songwriter > 22h30 // 10:30pm

Cakes and Tapes apresenta:

MATT ELLIOTT [uk]

5€ pré-venda/reserva (email com 1º + último nome + nº de bilhetes desejados para mercadonegro.reservas@gmail.com) / 7€ na porta

€5 presale/reservation (first + last name + # of tickets to mercadonegro.reservas@gmail.com) / 7€ door


// PT

Matt Elliott dispensa apresentações. Depois de um memorável concerto em maio de 2012, o britânico apresenta-se de novo no Mercado Negro com "Only Myocardial Infarction Can Break Your Heart", o sexto álbum de uma carreira a solo iniciada em 2003 e marcada pela trilogia Drinking, Failing e Howling Songs, palavras que por si só espelham os ambientes melancólicos que Elliott é capaz de transmitir através da sua música, muitas vezes transformando suaves canções de voz calma e soturna, acompanhada por uma guitarra acústica dedilhada, em tempestades sónicas aterradoras, repletas de camadas e uivos que aparentam ser emanados por um qualquer fantasma solitário, derrotado pelas agruras da vida. É este o universo de Matt Elliott, mestre em demonstrar-nos que é possível encontrar uma estranha beleza na miséria da condição humana.


// EN

Matt Elliott is a singer/songwriter from Bristol, United Kingdom, who plays folk music with an approach of a dark ambience. He also produced & recorded under the name The Third Eye Foundation. Elliott was first inspired to investigate & to attempt to understand music at around 7 years old on hearing the mournful tones of a russian orthodox choir & wondering how music alone can move you to tears. This would eventually inspire him to study music un-academically through his own research into sound & music.



links:
facebook Matt Elliott
evento facebook
thirdeyefoundation.com

terça-feira, maio 6

[concerto] OLD JERUSALEM


quarta, 7 de maio de 2014 // wednesday, may 7th 2014

concerto // concert > folk/singer-songwriter > 22h // 10pm

Cakes and Tapes apresenta:

OLD JERUSALEM [portugal]

3€ pré-venda/reserva (email com 1º + último nome + nº de bilhetes desejados para mercadonegro.reservas@gmail.com) / 5€ na porta

€3 presale/reservation (first + last name + # of tickets to mercadonegro.reservas@gmail.com) / 5€ doors


// PT

Old Jerusalem - nome inspirado numa canção de Will Oldham - é o projeto do portuense Francisco Silva, escritor de canções com provas dadas em editoras como a Bor Land (onde editou o brilhante álbum de estreia, April), Rastilho (a consagração com Two Birds Blessing, de 2009) ou o coletivo PAD, onde editou o seu mais recente álbum homónimo.

Actualmente a gravar o sexto álbum e longe dos palcos há algum tempo, o concerto no Mercado Negro é uma oportunidade rara para ouvir as canções de Old Jerusalem.


// EN

Old Jerusalem - a moniker inspired by a Will Oldham song, which probably says a lot about how his music sounds like - is a project led by the Portuguese musician Francisco Silva. Playing a solo show while recording his sixth album, the Mercado Negro show is a rare chance to catch Old J live on stage.


links:
facebook Old Jerusalem
evento facebook
oldjerusalem.net

terça-feira, abril 1

[concerto informal] JACKETX


quinta, 3 de abril de 2014 // thursday, april 3rd 2014

concerto informal // non-formal concert > sala laranja > electronic/live act > 23h // 11pm
entrada livre, doação livre // free entrance, please donate

JACKETX [PT]

"SeaFuzz" é o mais recente trabalho de Francisco Lima aka JACKETX. O sucessor de "Psychography" e "Dead Fish" é a junção duma guitarra distorcida e a electrónica psicadélica, alcançando um experimentalismo musical muito característico. Após o lançamento de "Psychography", Jacketx já partilhou palcos com nomes como Spacin' (Philadelphia, USA), Killimanjaro, Jibóia, Funkatomic e participou em eventos como o Caldas Late Night e o Indie Music Fest. Próxima quinta-feira, na sala laranja do MN.


links:
jacketx
bandcamp
evento facebook